Em formação

24: Columbia NaladixicAcid Agar (CNA) - Biologia

24: Columbia NaladixicAcid Agar (CNA) - Biologia



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

objetivos de aprendizado

  • Para saber mais sobre o ágar CNA

CNA

CNA é um meio de ágar seletivo e diferencial usado para o isolamento de bactérias gram positivas em uma variedade de tipos de espécimes. É usado com freqüência em laboratórios clínicos.

Agente CNA

O agente seletivo / inibidor do CNA é o antibiótico ácido naladíxico, uma quinolona semelhante ao Cipro ou Levaquin. Este meio é basicamente ágar sangue, contendo 5% de sangue de ovelha misturado com base de TSA ou base de ágar Columbia. A diferenciação do ágar sangue se deve à capacidade de muitas bactérias de hemolisar as células do sangue, usando produtos químicos chamados hemolisinas.

Padrões Hemolíticos

Existem 3 categorias de padrões hemolíticos - alfa, beta e gama.

  • BETA hemólise é a decomposição completa das hemácias, produzindo uma zona amarela clara (a cor da base da mídia sem adição de sangue).
  • ALFA a hemólise ocorre quando a hemoglobina nos eritrócitos é convertida em metemoglobina, quando liberada pelos eritrócitos lisados. Isso produz uma zona marrom ou verde (verde claro a verde escuro) ao redor das colônias.
  • GAMA hemólise indica falta de capacidade hemolítica.

A melhor maneira de ler a hemólise é segurar a placa contra uma fonte de luz (sol ou luzes).

NOTA: ALGUMAS bactérias gram - bactérias podem crescer no CNA - embora não bem - especialmente se você - principalmente se você deixar as culturas repousarem por mais de alguns dias. Normalmente, essas espécies aparecerão como colônias pontuais.

alfa hemólise

beta hemólise


Columbia CNA Agar com sangue de ovelha, Hardy Diagnostics

Avantor & reg, uma empresa Fortune 500, é fornecedora líder global de produtos e serviços de missão crítica para clientes nas áreas de biofarma, saúde, educação e governo, e tecnologias avançadas e indústrias de materiais aplicados. Nosso portfólio é usado em praticamente todas as etapas das atividades mais importantes de pesquisa, desenvolvimento e produção nas indústrias que atendemos. Um de nossos maiores pontos fortes vem de ter uma infraestrutura global estrategicamente localizada para atender às necessidades de nossos clientes. Nossa presença global nos permite atender a mais de 225.000 locais de clientes e nos dá amplo acesso a laboratórios de pesquisa e cientistas em mais de 180 países. Colocamos a ciência em movimento para criar um mundo melhor. Para informações, visite www.avantorsciences.com e encontre-nos no LinkedIn, Twitter e Facebook.

e cópia 2021 VWR International, LLC. Todos os direitos reservados.
& copy 2021 FORTUNE Media IP Limited Todos os direitos reservados. Usado sob licença.

Sua versão do Internet Explorer não é compatível com este site. Recomendamos que você atualize para o Internet Explorer 11 ou outro navegador compatível e verifique se está usando o IE11 no Modo de Exibição de Compatibilidade.


Avaliações e resenhas de amplificadores

Não há pedidos em espera aqui e mdashObtenha a mídia de que você precisa agora.

Selecione produtos de mídia de qualidade para a aplicação de que você precisa.

  • Variedade de opções e mdashbottles, placas, tubos e mídia desidratada
  • Novo, esterilizado testado e estoque mdashin e pronto para enviar
  • Livre de antibióticos, pesticidas e outros produtos químicos
  • Vasta seleção de suprimentos e culturas de microbiologia disponíveis
  • Peça agora, envie mais tarde

Obtenha dicas para professores e ofertas exclusivas

Inscreva-se para receber dicas úteis para professores e descontos exclusivos, começando com US $ 25 de desconto em seu próximo pedido.


Métodos

Design de estudo

O estudo foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa (protocolo IRB nº 2007/096) do Hospital Universitário de Ghent, Flandres, Bélgica, e todas as mulheres assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. Entre junho de 2009 e janeiro de 2010, 100 amostras vaginais, 100 retais e 100 amostras retovaginais ESwab foram coletadas de 100 mulheres grávidas com 35-37 semanas de gestação, ou seja, três amostras diferentes por indivíduo.

Coleta e cultura de espécimes

Amostras retovaginais, vaginais e retais foram coletadas usando zaragatoas de náilon que foram submersas em 1 ml de meio de transporte ESwab (ESwab, Copan Diagnostics, Brescia, Itália).

A amostragem retovaginal foi realizada girando um ESwab contra a parede vaginal na parte média da abóbada. Posteriormente, o swab foi cuidadosamente retirado para evitar contaminação com microflora da vulva e intróito e o swab foi inserido 1,5 a 2 cm além do esfíncter anal e girado suavemente para tocar as criptas anais. Em seguida, a amostra vaginal foi realizada inserindo o ESwab seguindo o mesmo procedimento descrito acima para esfregar a parede vaginal. Finalmente, um ESwab foi usado para amostragem retal conforme descrito acima para o procedimento anal da amostragem retovaginal.

Todas as amostras foram coletadas por parteiras e transportadas para o Laboratório de Pesquisa em Bacteriologia em 4 horas. O plaqueamento direto foi realizado apenas para o ESwab retovaginal, inoculando 50 μl do meio de transporte ESwab em ágar Columbia com 5% de sangue de carneiro e com 10 mg / ml de colistina e 15 mg / ml de ácido nalidíxico (CNA, Becton Dickinson, Erembodegem, Bélgica), 50 μl em ágar diferencial de estreptococos do grupo B (GBSDA, Becton Dickinson) e 50 μl em ágar chromID ™ Strepto B (CA, BioMérieux, Marcy l'Etoile, França). As placas de CNA foram incubadas a 37 ° C em 5% de CO2 por 24-48 h, as placas GBSDA foram incubadas a 37 ° C em uma câmara anaeróbia (BugBox, LedTechno, Heusden-Zolder, Bélgica) por 24-48 h, e as placas CA foram incubadas a 37 ° C por 18-24 horas em condições aeróbicas no escuro. Volumes de 200 μl do meio de transporte ESwab dos ESwabs retovaginal, vaginal e retal foram inoculados em tubos separados com 5 ml de caldo Todd-Hewitt com 1% de extrato de levedura, 15 μg / ml de ácido nalidíxico e 10 μg de colistina / ml (Lim , Becton Dickinson), que foram incubados aerobicamente a 37 ° C e subcultivados em CNA, GBSDA e CA após incubação durante a noite. GBSDA foi examinado para colônias de pigmento amarelo-laranja indicativas da presença de GBS, enquanto CA foi examinado para colônias rosa claro a vermelho, redondo e perolado. Colônias β-hemolíticas e não hemolíticas foram colhidas de CNA para posterior identificação (Figura 1). Os isolados foram confirmados como S. agalactiae usando o teste CAMP em ágar sangue de ovelha. Colônias de GBS com resultados discrepantes (falso positivo em CA ou falso negativo em GBSDA) foram identificadas usando tDNA-PCR, conforme descrito anteriormente [21], e por determinação da sequência do gene 16S rRNA.

Aparência após 24 horas de incubação de (A): Streptococcus agalactiae (Grupo B Estreptococo (GBS) e (B) Enterococcus faecalis no GBSDA, (C) GBS e (D) Enterococcus faecalis no Strepto B ID ® ágar cromogênico e (E) GBS e (F) Enterococcus faecalis no CNA.

Métodos estatísticos

O teste de McNemar para porcentagens correlacionadas foi utilizado para comparar a sensibilidade dos métodos de cultura. O número total de sujeitos positivos (22) foi tomado como 100%, para calcular as sensibilidades, especificidades, valores preditivos positivos e negativos dos diferentes métodos de amostragem e cultura.


Suplementos de mídia cultural

Um meio seletivo para estafilococos e estreptococos.

COLUMBIA BLOOD AGAR BASE

Código: CM0331

instruções
Adicione 39g a 1 litro de água destilada. Ferva para dissolver e esterilizar em autoclave a 121 & degC por 15 minutos.

SUPLEMENTO SELETIVO STAPH / STREP

Código: SR0070

Conteúdo do frasco (cada frasco é suficiente para 500 ml de meio)

instruções
Reconstitua um frasco conforme as instruções, adicione assepticamente o conteúdo a 500 ml de base de ágar Columbia contendo 5-7% de sangue de cavalo desfibrinado SR0050 resfriado a aproximadamente 50 ° C. Misture bem e despeje em placas de Petri estéreis.

Descrição
Um meio seletivo para Estafilococos e Estreptococos do tipo descrito por Ellner 1 e subsequentemente denominado Columbia CNA Agar pode ser preparado adicionando suplemento Oxoid Staph / Strep ao Columbia Agar Blood Base. O Columbia CNA Agar pode assim ser preparado rápida e convenientemente como e quando necessário. Como os antibióticos contidos no suplemento são secos por congelamento, eles sempre apresentam atividade ideal no momento do uso.
O Columbia Agar suplementado é inibidor de S. albus e Micrococcus espécies, bem como bastonetes Gram-positivos e Gram-negativos. Suprime
crescimento de Proteus, Klebsiella e Pseudomonas espécies, permitindo o crescimento irrestrito de S. aureus, estreptococos hemolíticos e enterococos.
O meio de álcool feniletílico, em comparação, freqüentemente permite o crescimento de Proteus e Klebsiella espécies, bem como mostrando uma acentuada atenuação de
o crescimento de cocos Gram-positivos.
O Suplemento Staph / Strep permite que cocos Gram-positivos importantes sejam reconhecidos mais prontamente e isolados facilmente das populações bacterianas mistas
contido em muitas amostras clínicas e alimentos.

Técnica
O meio é inoculado da maneira normal e incubado aerobicamente a 35 ° C por 18 horas.
NÃO INCUBAR EM CO 2.

Condições de armazenamento e prazo de validade
Armazene o meio desidratado abaixo de 10-30 & degC e use antes da data de validade indicada no rótulo.
Armazene o meio preparado em 2-8 & degC.

Aparência
Meio desidratado: Pó de cor palha e solto.
Meio preparado: Gel vermelho opaco.

Controle de qualidade

* Este organismo está disponível como um Culti-Loop & reg

Precauções
A incubação em uma atmosfera rica em CO 2 causará a inibição do crescimento estafilocócico 2. Se for necessário incubar as placas em tal atmosfera, o suplemento Staph / Strep não deve ser usado.
Todas as colônias de estafilococos e estreptococos suspeitas devem ser investigadas para confirmar sua identidade. O teste de estafilase DR0595 e o
Os kits de agrupamento de estreptococos DR0585 são úteis para esses fins.

Referências
1. Ellner P. D., Stoessel C. J., Drakeford E. e Vasi F. (1966) Tech. Bul. Reg. Med. Technol. 36. No. 3.
2. Morton C. E. G. e Holt H. A. (1989) Med. Lab. Sci. 46. 72-73.


Introdução

Aproximadamente 10-40% das mulheres grávidas são colonizadas por estreptococos do Grupo B (GBS Streptococcus agalactiae) com transmissão perparto ao recém-nascido em metade dos casos. Destes recém-nascidos colonizados, 1–3% desenvolvem a doença por GBS, principalmente durante a primeira semana de vida (doença EOD de início precoce por GBS). A implementação da profilaxia antimicrobiana seletiva intraparto diminuiu a incidência de EOD (Lim et al., 1986, Morales et al., 1986) e foi precisamente descrita nas diretrizes (ANAES, 2001, Schrag et al., 2002). De fato, a identificação de mulheres colonizadas por GBS é crítica para a aplicação de profilaxia restrita às mulheres em risco. As diretrizes de prevenção francesas recomendavam apenas uma triagem vaginal entre 34 e 38 semanas de gestação por inoculação direta de placas de ágar sangue (ANAES, 2001). Enquanto isso, inúmeros estudos foram lançados seguindo as recomendações dos EUA, que localizaram a triagem entre 35 e 37 semanas, incluíram a colonização ano-retal, recomendaram uma etapa de enriquecimento e desejaram pesquisas visando técnicas de detecção de GBS mais precisas ou atrasos encurtados de resultados (Schrag et al., 2002).

Dois tipos de mídia foram desenvolvidos que adicionam uma melhor previsibilidade ao colorir as colônias de GBS de forma diferenciada. O primeiro tipo explora a capacidade do GBS de sintetizar um pigmento laranja (Rosa-Fraile et al., 2006) sob condições anaeróbicas: designado Granada Medium (de la Rosa et al., 1983, de la Rosa et al., 1992). O segundo tipo usa a modificação, por enzimas bacterianas, de substratos incluídos em um meio aeróbio, em moléculas de coloração de colônias.

CHROMagar ™ StrepB é um meio seletivo que inibe a maioria das bactérias saprofíticas e leveduras e produz colônias rosa de GBS em condições aeróbias.

O objetivo deste estudo foi avaliar o CHROMagar ™ StrepB para a detecção de rotina de GBS em amostras perinatais e compará-lo com CPS3, Granada, e duas placas de ágar sangue: sangue de cavalo Columbia (COH) e ágar colimicina ácido nalidíxico (CNA).


24: Columbia NaladixicAcid Agar (CNA) - Biologia

Explique por que não existe um meio universal capaz de cultivar todas as bactérias

devido às diferenças nas bactérias .. sejam elas gram positivas, gram negativas, etc.

NÃO existe um meio universal - qualquer conjunto de nutrientes é capaz de inibir alguns microorganismos enquanto fornece o crescimento de outros

Cite cinco mídias para todos os fins

TSA (ágar soja tríptica)
Ágar sangue
Ágar nutriente
Mueller-Hinton Agar
Ágar de infusão de cérebro e coração

Blood Agar é um dos meios que é _________________ e __________________

multifacetado e diferencial

é uma solução rica em nutrientes mais 5% a 10% de sangue animal suporta o crescimento de uma grande variedade de micróbios (esta é a parte multiuso) é diferencial porque produz resultados diferentes se tem uma reação hemolítica ou não

Observe e descreva a hemólise alfa, beta e gama no ágar sangue

alfa: uma zona esverdeada aparece ao redor das colônias, isso significa que houve lise incompleta de hemácias

beta: há limpeza ao redor das colônias e no ágar é o resultado da lise completa de hemácias

gama: aparece apenas como crescimento e nenhuma mudança no meio, isso resulta de nenhuma hemólise

Entenda por que, ao espalhar uma placa de ágar sangue, o meio foi perfurado com a alça após a conclusão do espalhamento

os golpes estimulam a atividade da estreptolisina (hemolisinas produzidas por estreptococos) por causa da concentração reduzida de oxigênio do ambiente subterrâneo

quais são as duas formas de estreptolisinas e o que elas fazem?

Estreptolisina O: lábil ao oxigênio e expressa atividade máxima em condições anaeróbias

Estreptolisina S: oxigênio estável, mas se expressa de forma otimizada em condições anaeróbicas também

Examine os pigmentos fluorescentes e não fluorescentes produzidos por Pseudomonas spp.

Pseudomonas Agar F aumenta a geração bacteriana de _____________________ (pigmento fluorescente que brilha em verde-amarelo) e inibe a formação de _______________________ (um pigmento não fluorescente azul-verde). Pseudomonas Agar P tem os efeitos opostos (controla a produção desses dois pigmentos).

como você vê o pigmento fluorescente produzido pelas Pseudomonas, que não é visto apenas com a luz visível?

empregam radiação ultravioleta (luz ultravioleta) a radiação excita elétrons no pigmento fluorescente, para o qual os elétrons brilham e você pode observar a luz

Distinguir pigmentos bacterianos solúveis em água e não solúveis.

Os pigmentos solúveis em água irão se difundir através do ágar, os pigmentos bacterianos insolúveis ficarão com a própria cultura

Examine Pseudomonas Agar F (Flo Agar) sob luz ultravioleta de longo comprimento de onda (366 nm) para fluorescin, um pigmento fluorescente amarelo-esverdeado nas colônias e meio circundante. Examine Pseudomonas Agar P (Tech Agar) para piocianina, um pigmento azul a azul esverdeado visto nas colônias e no meio circundante. Confirme a presença de piocianina adicionando várias gotas de clorofórmio e observe se há uma cor azul no clorofórmio. (A piocianina é mais solúvel em clorofórmio do que em água.)

esta é uma enzima digestiva excretado das células para então ser fagocitado para absorção de nutrientes dentro da célula

esta é uma enzima não digestiva que funções dentro da célula mA maioria das enzimas se enquadra nesta categoria

isso significa & quot para adicionar água para quebrar a ligação & quot

Descreva o valor das exoenzimas para as bactérias

As exoenzimas podem quebrar macromoléculas (ex: amido) em moléculas menores que podem ser levadas através da membrana celular e usadas como moléculas individuais de glicose para valor metabólico

quais são as duas enzimas extracelulares que alguns organismos podem produzir para hidrolisar o amido?

suponha que você tenha derramado iodo em seu prato e notado clareiras na área não inoculada, bem como ao redor de ambas as culturas transferidas

a) quais são as possíveis explicações para esta ocorrência?

amido não foi misturado corretamente
clareiras sugerem contaminação não vista antes da adição de iodo
o teste foi comprometido e precisa ser refeito

suponha que você tenha derramado iodo em seu prato e notado clareiras na área não inoculada, bem como ao redor de ambas as culturas transferidas

b) a integridade do teste foi comprometida?

suponha que você tenha derramado iodo em seu prato e notado clareiras na área não inoculada, bem como ao redor de ambas as culturas transferidas

c) que medidas podem ser tomadas para evitar este problema no futuro?

certifique-se de que não há contaminação antes de inocular o organismo, certifique-se de que o amido foi misturado corretamente na placa

como você esperaria que os resultados positivos e negativos fossem afetados se você adicionasse glicose ao meio?

a bactéria que se espera que coma amido usará primeiro a glicose, pois é mais fácil de usar como substrato, então não seremos mais capazes de testar a depleção de amido usando iodo porque as colônias positivas podem não ter mais resultados positivos

um resultado negativo poderia ser causado se o organismo utilizasse a glicose, mas não tivesse as enzimas para hidrolisar o amido para usar na glicose

a técnica streak-stab, usada para promover a atividade da estreptolicina, é preferida em vez de incubar as placas anaerobicamente

a) por que você acha que é assim?

os golpes estimulam a atividade da estreptolisina por causa da concentração reduzida de oxigênio do ambiente subterrâneo. A estreptolisina ainda precisa de oxigênio, mas não tanto quanto as condições aeróbias ou anaeróbias fornecem

a técnica streak-stab, usada para promover a atividade da estreptomicina, é preferida em vez de incubar as placas anaerobicamente

b) compare e contraste o que você vê como as vantagens e desvantagens de cada procedimento

olhe a resposta do cartão anterior

presumindo que todos os organismos cultivados neste exercício vieram da garganta de alunos saudáveis, por que é importante cobrir e prender as placas?

porque cada aluno tem sua própria flora única que cresce abundantemente quando plantada e incubada que também são patógenos oportunistas, então é importante tomar medidas preventivas

por que a placa listrada é preferida às inoculações pontuais neste procedimento de ágar sangue?

a faixa de quadrante é melhor para o isolamento da colônia, pois você começa com uma mesma muito mais densa e, em seguida, isola-a, tornando o teste mais confiável

este meio que contém corantes ou substâncias tóxicas (produtos químicos) que inibem o crescimento de certos micróbios, mas apóiam o crescimento de outros

Demonstrar as vantagens de um meio que é seletivo e diferencial

ambos são usados ​​individualmente para restringir possíveis identidades de micróbios, então ambos iriam restringir ainda mais, aumentando a probabilidade de identificar adequadamente um organismo desconhecido

Como o Ágar de Sais de Manitol pode ser classificado como seletivo e diferencial?

O manitol fornece o substrato para a fermentação o que o torna diferencial. O cloreto de sódio torna o meio seletivo porque sua concentração é alta o suficiente para desidratar e matar a maioria das bactérias. Os estafilocos prosperam neste meio. O vermelho de fenol é o indicador. Usado para isolar coliformes.

Como as placas de azul de metileno Eosin podem ser classificadas como seletivas e diferenciais?

É seletivo para organismos Gram-negativos devido à concentração de açúcares e corantes. É diferencial porque o ácido produzido pela fermentação altera a cor dos corantes (indicador de pH). Os corantes são inibidores e indicadores

Como a Columbia CNA pode ser classificada como seletiva e diferencial?

É seletivo porque os antibióticos colistina e ácido nalidíxico (CNA) interferem na replicação do DNA e afetam a integridade da membrana de oranismos gram negativos. É diferencial por causa do sangue que permite que ocorra a hemólise. O sangue de ovelha fornece o fator X (heme) e a levedura fornece vitaminas B

Explique por que uma colônia em um meio seletivo não é considerada pura

A mídia seletiva ainda pode cultivar mais de uma espécie de bactéria

Resuma o procedimento apropriado para a obtenção de uma cultura pura a partir do crescimento de uma colônia isolada em um meio seletivo

Remova vários do que parece ser a mesma espécie usando uma alça de inóculo. No entanto, você não pode presumir que haja apenas uma espécie. Portanto, você deve fazer outra faixa do inóculo para isolar melhor as colônias puras

esta mídia incentiva o crescimento de alguns organismos e desestimula o crescimento de outros

esta mídia nos permite distinguir entre diferentes micróbios

este meio é & quotquimicamente definido & quot; cada um de seus ingredientes químicos é conhecido e exatamente em que quantidades

esta mídia é & quotcomplexa & quot; contém um ou mais ingredientes feitos de ingredientes conhecidos, mas de composição desconhecida

estes são selecionados para obter o crescimento ideal dos organismos que estão sendo testados ou suspeitos de estarem na amostra

isso é o que torna o meio seletivo projetado para explorar fraquezas em grupos específicos de organismos e, assim, prevenir ou inibir seu crescimento, enquanto permite que outros organismos cresçam

são estes que fazem o meio diferencial de diferenciação e identificação de organismos depende de suas habilidades para realizar uma reação química específica ou conjunto de reações de uma forma que pode ser observada

estes tornam uma reação desejada ou esperada visível frequentemente um corante que é um indicador de pH ou produtos químicos que reagem com produtos para produzir mudança de cor

Identifique os componentes nutricionais, inibidores, substratos e indicadores nas três mídias que testamos

Quais organismos estão sendo selecionados a favor e contra em cada uma das três mídias que testamos

CNA: estafilococos, estreptococos, enterococos são selecionados para
Manitol: Stahylococci spp.
EMB: coliformes como E. coli

Distinguir a aparência de colônias de bactérias gram-negativas selecionadas crescendo em Ágar EMB, representando fermentadores fortes, moderados e não lactose

Verde em placa de ágar EMB: Fermentador ácido e vigoroso
Roxo: fermentador ligeiramente ácido e moderado
Sem mudança de cor: Gram negativo, sem fermentação

Distinguir a aparência de Staphylococci spp. em agar de sal de manitol

Todos os estafilococos crescem, mas o Staphylococcus aureus fica amarelo para mostrar a fermentação do manitol

Por que as bactérias, além de Staphylococci spp. incapaz de crescer em Manitol Salt Agar?

A concentração de cloreto de sódio é muito alta. O sal faz com que a maioria das bactérias encolha e morra

Compreenda os benefícios e as limitações do uso dos dois antibióticos no ágar Columbia CNA

Ele contém dois antibióticos, colistina e ácido naladíxico, que inibem o crescimento de bactérias gram-negativas, selecionando assim organismos Gram-positivos

speficiência é ter certeza de que tudo é igual, caso contrário, um falso positivo pode resultar

sensitividade está ficando falsa negativos

Entenda como a especificidade e a sensibilidade de cada meio podem ser alteradas

em suas próprias palavras, qual é a aplicação (propósito) do Columbia CNA com 5% de ágar sangue de ovelha?

é um meio diferencial, indefinido e seletivo que permite o crescimento de organismos gram-positivos e interrompe ou inibe o crescimento da maioria dos organismos gram-negativos

qual (is) ingrediente (s) em Columbia CNA mais 5% de fornecimento (s) de ágar sangue de ovelha

caseína, digestão de tecido animal, extrato de carne, extrato de levedura, amido de milho e sangue de ovelha

qual (is) ingrediente (s) em Columbia CNA mais 5% de fornecimento (s) de ágar sangue de ovelha

extrato de carne e peptonas

O ágar Columbia CNA é um meio definido ou indefinido? Forneça o raciocínio por trás de sua escolha e explique por que essa formulação é desejável.

é um meio indefinido, diferencial e seletivo que permite o crescimento de organismos Gram-positivos (especialmente estafilococos, estreptococos e enterococos) e interrompe ou inibe a maioria dos organismos Gram-negativos

em suas próprias palavras, quais são os papéis da colistina e do ácido nalidíxico no CNA e como cada um funciona?

colistina e ácido nalidíxico são antibióticos que agem como agentes seletivos CONTRA organismos Gram negativos

C = colistina contém muitas regiões policatiônicas que podem se inserir na membrana externa da parede celular bacteriana de bactérias Gram negativas. A inserção de colistina na membrana externa perturba a integridade da membrana externa, o que pode levar à lise bacteriana

NA = ácido nalidíxico inibe DNA girase / topoisomerase
A DNA girase / topoisomerase permite que o DNA superenrolado seja relaxado e reformado e é necessário para a replicação do DNA. Portanto, o ácido nalidíxico inibe a síntese de DNA. As bactérias Gram negativas são mais sensíveis ao ácido nalidíxico do que as bactérias Gram positivas

qual é o papel do sangue de ovelha no ágar CNA?

sangue de ovelha torna possível a diferenciação de organismos Gram-positivos com base na reação hemolítica

o crescimento nas placas Columbia CNA e NA foi registrado como "bom crescimento", "baixo crescimento" ou "sem crescimento". Estes são qualitativos e, pelo menos, para os dois primeiros termos subjetivos. O que você usou para estabelecer o que constituiu um "bom crescimento?"

bom crescimento: apresentou crescimento e eliminação do organismo médio não é inibido por colistina e ácido nalidíxico e hemolisa completamente os eritrócitos beta hemólise (beta é melhor)

crescimento deficiente ou nenhum crescimento: o organismo é inibido por colistina e ácido nalidíxico, provavelmente organismo Gram-negativo

bom crescimento com esverdeamento do meio: o organismo não é inibido por colistina e ácido naldíxico e hemólise parcial de hemácias alfa hemólise

bom crescimento sem alteração da coloração do organismo do meio não é inibido por colistina e ácido naldíxico e não hemolisa eritrócitos hemólise gama

por que não seria aconselhável comparar o crescimento dos organismos em cada placa entre si? existem pelo menos duas respostas para esta pergunta.

Você não sabe como os inibidores podem ter afetado o crescimento dos diferentes organismos. Portanto, você não pode comparar o crescimento em meios seletivos. Mesmo no TSA, o crescimento de diferentes organismos é provavelmente diferente. Um pode crescer muito bem e outro menos (crescimento mais fino). Você também pode adicionar inadvertidamente diferentes quantidades de organismo, mas espero que esteja ficando mais consistente.

A remoção da colistina e do ácido naldíxico do CNA alteraria a sensibilidade ou especificidade da mídia?

por que a colistina pode afetar as bactérias Gram-negativas mais severamente do que as bactérias Gram-positivas? (dica: considere suas diferenças estruturais)

O cCNA afeta a membrana. Gram positivos têm uma parede de peptidoglicano mais espessa

compare as receitas de ágar nutriente e ágar Columbia CNA. Se um organismo pode crescer em ambas as mídias, em qual você esperaria que ele crescesse melhor? explique sua resposta.

em suas próprias palavras, qual é a aplicação (propósito) do MSA?

usado para o isolamento e diferenciação de Staphylococcus aureus de outro Estafilococo espécies

qual (is) ingrediente (s) no (s) fornecimento (s) MSA

carbono: proteínas / extrato de carne e peptona
nitrogênio: extrato de carne e peptona

O ágar MSA é um meio definido ou indefinido? Forneça o raciocínio por trás de sua escolha e explique por que esta formulação é desejável

Existem mídias definidas. Certifique-se de saber a diferença. Acho que tudo o que usamos foi indefinido. O que torna um meio indefinido é a presença de um ingrediente que é uma mistura de nutrientes, fatores de crescimento e similares. Como diz Jane, de um lote para outro, as quantidades desses ingredientes mudarão. Eles estão realmente pedindo que você identifique os ingredientes indefinidos.

qual é o papel do cloreto de sódio no MSA e como ele funciona?

cloreto de sódio torna o meio seletivo porque sua alta concentração desidrata e mata a maioria das bactérias

qual é a principal função do manitol na MSA?

manitol fornece o substrato para a fermentação e torna o meio diferencial

qual é a função do vermelho de fenol no MSA?

o vermelho de fenol indica se a fermentação ocorreu alterando as cores à medida que o pH muda

o crescimento nas placas MSA e NA foi registrado como "bom crescimento", "baixo crescimento", "ou" sem crescimento ". Estes são qualitativos e, pelo menos, para os dois primeiros termos subjetivos. O que você usou para estabelecer o que constituiu um "bom crescimento?"

bom crescimento: o organismo não é inibido por NaCl (Estafilococo)

crescimento deficiente: o organismo é inibido por NaCl (não Estafilococo)

crescimento amarelo ou halo: o organismo produz ácido a partir da fermentação do manitol (possível patogênico Staphylococcus aureus)

organismo não fermenta manitol: (Estafilococo outro que não seja S. aureus)

a remoção de cloreto de sódio do MSA alteraria a sensibilidade ou especificidade do meio? Explique sua resposta.

Isso alteraria a especificidade do meio porque você não poderia selecionar para o Estafilococo

Suponha que seja cometido um erro ao preparar um lote de MSA e o pH declarado seja 7,4 em vez de 7,0-7,2. Isso afetaria a sensibilidade ou especificidade do meio? Explique.

A sensibilidade está obtendo falsos negativos. Procuramos uma mudança de cor devido à produção de ácido. Se você começar com um pH mais alto, mais alcalino, demorará mais (mais ácido) para mudar a cor.

com a diversidade de microrganismos no mundo, como um único teste, como o MSA, pode ser usado para identificar com "confiança" Staphylococcus aureus?

Com a diversidade de microorganismos no mundo, como um único teste como o MSA pode ser usado para identificar com segurança estafilococos aures? Os níveis de sal no MSA inibem todas as células Gram (-) que deixam Gram (+).
Apenas as espécies de estafilococos podem tolerar alto teor de sal, eliminando todos os outros micróbios Gram (+)

Apenas S. Aures pode ferminent manitol, eliminando todas as outras espécies de estafilococos.

qual é a aplicação (propósito) do ágar EMB?

é um meio complexo (quimicamente indefinido), seletivo e diferencial. O ágar EMB é usado para o isolamento de vestiários fecais e pode ser semeado para isolamento

qual (is) ingrediente (s) no ágar EMB fornece

o carbono é fornecido pela gelatina

nitrogênio também é fornecido pela gelatina

quais são os papéis da eosina Y e do azul de metileno no ágar EMB?

eles inibem o crescimento de organismos Gram-positivos e reagem com fermentadores de lactose vigorosos e transformam o crescimento de roxo escuro em preto

qual é o papel da lactose no ágar EMB?

ele suporta coliformes como Escherichia coli

isso geralmente é acompanhado por um brilho metálico verde (em outras palavras, fermenta a lactose por tonelada)

o crescimento nas placas EMB e NA foi registrado como "bom crescimento", "baixo crescimento" ou "sem crescimento". Estes são qualitativos e, pelo menos, para os dois primeiros termos subjetivos. O que você usou para estabelecer o que constituiu um "bom crescimento?"

bom crescimento: o organismo não é inibido por eosina e azul de metileno (Gram neg)

o crescimento é rosa e mucoide: o organismo fermenta a lactose com pouca produção de ácido (possível coliforme)

o crescimento é & quotdark & ​​quot (roxo a preto com ou sem brilho metálico verde): o organismo fermenta lactose e / ou sacarose com produção de ácido (provável coliforme)

o crescimento é & quot incolor & quot (não vermelho ou rosa): o organismo não fermenta lactose ou sacarose (não coliforme)

A remoção da eosina Y e / ou azul de metileno do ágar EMB alteraria a sensibilidade ou especificidade do meio? explique.

Suponha que um erro seja cometido ao preparar um lote de EMB e o pH declarado seja 7,6 em vez de 6,9-7,3. Isso afetaria a sensibilidade ou especificidade do meio? Explique.

A sensibilidade está obtendo falsos negativos. Procuramos uma mudança de cor devido à produção de ácido da fermentação da lactose. Se você começar com um pH mais alto, mais alcalino, demorará mais (mais ácido) para mudar a cor.

Compreenda a necessidade de realizar uma coloração de Gram e um teste de oxidase em conjunto com o teste API20e. (Os motivos são diferentes.)

Deve confirmar que o organismo é um bastão gram-negativo

Realize o estudo API20e em um organismo desconhecido. Saiba ler a tira (com a ficha informativa) e determine o código de 7 ou 9 dígitos. Use o código para identificar o organismo.

Entenda o propósito de adicionar óleo mineral a certos tubos na tira de teste API20e entenda porque alguns dos meios são preenchidos de forma que o tubo e a cúpula fiquem cheios

O óleo mineral cria um ambiente anaeróbico. Alguns tubos estão cheios porque esses organismos precisam de oxigênio.

Compreenda o propósito de adicionar água desionizada à câmara de incubação da tira de teste API20e.

Para evitar que o teste seque, mantendo a câmara úmida (umidificada)

Entenda quando e por que seria apropriado estender o teste e usar um código de 9 dígitos para identificação. (Este e o próximo objetivo estão relacionados.)

Se o teste de oxidase for positivo e se o código de 7 dígitos não for discriminatório o suficiente após todos os reagentes terem sido adicionados

Compreenda os dois conjuntos de procedimentos para continuar o teste API20e após o período inicial de incubação. O que define qual conjunto de procedimentos será seguido?

Teste de oxidação-fermentação
Teste de Motilidade

Compreenda as várias limitações de tempo deste teste. (Incubation time and reading reactions with reagents, for example.)

the results, especially colors, can vary depending on the amount of time the test has been incubated

Prepare samples and interpret the results of Motility Test Medium.

Understand why tetrazolium salt is added to some preparations of Motility Test Medium

it is sometimes added to the medium to make interpretation easier (an indicator) TTC is used by the bacteria as an electron acceptor.. when oxidized- colorless and soluble, when reduced- red and insoluble

Understand why the amount of agar in Motility Test medium is set to 0.4%.

to allow for the movement of motile bacteria

Prepare samples and interpret the results of O-F Medium to test the oxidative/fermentative abilities of organisms.

Sealed: green or blue = oxidation
Unsealed: any yellow = oxidation
Both: yellow throughout = oxidation and fermentation, slightly yellow at top = slow fermentation, green or blue = no fermentation

Tubes that are (1) sealed and (2) unsealed and show yellow throughout

1. oxidation and fermentation
2. fermentation only

Tubes sealed: show green
Tubes unsealed: show yellow on top/ green on bottom

Sealed: yellow on top/ green bottom
Unsealed: yellow on top/ green bottom

Tubes that show blue or show no change in color

are not able to metabolize sugars

Understand why O-F medium contains a high sugar to peptone ratio. (Relate this to Phenol Red Broth.)

to reduce the possibility that alkaline products from peptone utilization will neutralize weak acids produced by the oxidation of the carbohydrate

Understand why one tube of O-F medium is layered with sterile mineral oil and another left unsealed for each organism tested

To test organism each in an aerobic and anaerobic environment

what is the purpose of the oxidation-fermentation test?

it is designed to differentiate bacteria on the basis of fermentative or oxidative metabolism of carbohydrates

oxidative organisms oxidize the carbohydrate to ____________ and ___________, and ____________

Prepare samples and interpret results of the selective/differential medium MacConkey Agar/ what is the purpose of the MacConkey Agar?

it is used to isolate and differentiate members of the Enterobacteriaceae based on the ability to ferment lactose

Understand the selective and differential aspects of MacConkey Agar.

bile salts and crystal violet make it selective (inhibit Gram-positive bacteria).

neutral red makes it differential. lactose fermentation builds up acid, turning the fermenters red. Used to differentiate Enterobacteriacaea.

How is MacConkey Agar modified to allow the study of Enterococcus spp. and Staphylococcus spp.?

By not adding crystal violet. The colonies ferment lactose and appear pink.

List other multi-test media that we have used and what these test for and what organisms they are designed to differentiate.

What is the complete definition of a coliform?

What defines the family Enterobacteriaceae?

a coliform is a Gram-negative, non spore forming rod that can ferment lactose is a member of the Enterobacteriaceae

a family of gram-negative, facultatively anaerobic, rod-shaped bacteria, usually motile found in soil, water, and plants and in animals from insects to humans Escherichia, Klebsiella, Enterobacter, Proteus,Providencia, e Serratia

what is the application (purpose) of the MacConkey agar?

used to isolate and differentiate members of the Enterobacteriaceae based on the ability to ferment lactose

which ingredient(s) in MacConkey agar supply(ies)

a) lactose: fermentable carbohydrate providing carbon

b) casein and animal tissue: provides nitrogen

what are the roles of crystal violet and bile salts in MacConkey agar?

Bile salts e crystal violet inhibit the growth of Gram positive organisms

what are the roles of neutral red and lactose in MacConkey agar?

- Lactose provides the sugar substrate for fermentation

- Neutral red dye is a pH indicator which turns red when acidic and is colorless when basic, which indicates the fermenters from non fermenters

growth on the MacConkey agar plates was recorded as "good growth," "poor growth," or "no growth." These are qualitative and, at least for the first two subjective terms. What did you use to establish what constituted "good growth?"

good growth: organism is not inhibited by crystal violet or bile (Gram negative)

poor growth or no growth: organism is inhibited by crystal violet and/or bile (Gram positive)

pink to red growth with or without bile precipitate: organism produces acid from lactose fermentation (probably coliform)

growth is "colorless" (not red or pink): organism does not ferment lactose (noncoliform)

would removing bile salts and/or crystal violet from MacConkey agar alter the medium's sensitivity or specificity? Explique.

Removing makes it no longer selective and reduces specificity allows growth of gram positive

Nutrient Agar vs MacConkey

Would grow faster on Nutrient Agar -- it contains both beef extract and peptone. Organism does not have to overcome nutrient sources

consider the controls of the oxidase-fermentation test:

a) what is the purpose of the uninoculated control tubes used in this test?

Two uninoculated control tubes are needed to show the results of the medium in both aerobic and anaerobic environments. It is used to show that the medium remains green under both conditions, showing it is sterile and also as a color comparison

consider the controls of the oxidase-fermentation test:

b) are the controls positive or negative controls? Explique.

negative.. a positive result would either turn the media yellow, indicating fermentation and an acidic environment, or it would turn blue, indicating deamination and an alkaline environment

consider the controls of the oxidase-fermentation test:

c) why is it necessary to use two controls rather than just one? what are the specific purposes of each?

one of the controls exhibits an anaerobic environment, and the other an aerobic environment

some microbiologists recommend inoculating a pair of OF basal media (without carbohydrate) along with the carbohydrate media. Why do you think this is done?

Basal media (without carbs) allows you to see what the organism does with medium without the presence of the carbohydrate. Allows you to have an "active" negative control.

all enterics (Enterobacteriaceae) are facultative anaerobes that is, they have both respiratory and fermentative enzymes. What color results would you expect for organism in O-F glucose media inoculated with an enteric? Remember to describe both sealed and unsealed tubes.

Enteric bacteria are facultative anaerobes, meaning they are capable of both aerobic and fermentative metabolism. What results would you expect to see in both sealed and unsealed OF tubes with such a bacterium?

Suppose that when you examined your tubes after incubating them, you noticed that the unsealed control contained slight yellow at the top. Suppose further that pair 1 showed complete yellow of both tubes and pairs 2 and 3 showed slight yellowing of the unsealed tube. Assuming all other tubes were green, what conclusions could you safely make?

Which results, if any, are reliable? Por que

Which results, if any, are unreliable? Por que não?

Probably the inoculations made according to the directions in the procedure contained in the lab book. The procedure calls for three organisms to be inoculated. The slight yellowing in the unsealed control tube suggests there might be a contaminant (aerobic) in the media. This would make the slight change in the sets 2 and 3 questionable and probably the tests should be done again. Pair 1 shows that the organism is fermentative and possibly oxidative, due to the complete yellowing of both tubes. We found that the oxidative only organisms tended to show much more than "slight" yellowing, so having the control suggests that pairs 2 and 3 are negative, from our experience.

Uninoculated tubes and tubes inoculated with an organism that is (N) serve as negative controls. What information is provided by each?

These are two forms of negative control. A third would be the use of basal media (no carb media). The uninoculated control tells us what the media does when it is incubated. Does the color change? Gas bubble formation? The inoculation of a non-saccharolytic organism (coded N) would be the effect of incubation of an organism that is unable to use the sugar either oxidatively or fermentatively. This might not grow at all or may use the peptones and form alkaline products.

for the motility test, why is it important to carefully insert and remove the needle along the same stab line?

lateral movement of the needle will make interpretation more difficult

consider the TTC indicator

a) why is it essential that the reduced TTC be insoluble?

b) why is there less concern about the solubility of the oxidized form of TTC?

TTC is used as a redox indicator and is soluble in water

why is it important to perform the reagent tests last in the API20E test?

Because you need to look for spontaneous reactions first. Also, if you splash reagents into adjacent cups you could change their color

what is a spontaneous reaction?

a reaction that does not require an addition of reagent(s)

in clinical applications of this test system, reagents are added only if the glucose (oxidation/ fermentation) test result is yellow or at least three other test are positive. If these conditions are not met, a MacConkey agar plate is streaked and additional tests are performed confirming glucose metabolism, nitrate reduction, and motility. Why do you think this is so? Seja específico.

suppose after 24 hours incubation, you notice no growth in the tubes containing mineral oil. Assuming that it is behaving properly under these conditions, what do you know about the organism and what predictions can you safely make about its performance in the decarboxylase tests, fermentation tests, and nitrate reduction tests? Is it a member of Enterbacteriaceae?

no, because Enterbacteriaceae are facultative anaerobes therefore, it could behave under anaerobic conditions


Occurrence of the vancomycin-resistant genes vanUMA, vanB, vanC1, vanC2 and vanC3 in Enterococcus strains isolated from poultry and pork

It is suspected that the use of avoparcin as a feeding antibiotic for the fat stock contributes to development of cross-resistance against vancomycin and teicoplanin. After isolating enterococci strains from poultry and pork meat by cultivation on citrate azide Tween carbonate agar (CATC) and screening the vancomycin resistance on Columbia colistin nalidixic acid agar (CNA, supplemented with 5% sheepblood and 5 mg vancomycin/l) the polymerase chain reaction (PCR) was used for the detection of the vancomycin resistance genes vanA (‘high level’), vanB (‘moderate high level’), vanC1, vanC2 and vanC3 (‘low level’). Out of 1643 E.-isolates from 115 poultry and 50 pork samples, 420 isolates could be identified as vancomycin resistant, 202 isolates of which carry the vanA, one isolate both the vanA and the vanC1, 38 isolates the vanC1, 14 isolates the vanC2, nine isolates both the vanC1 and the vanC3 gene and 156 isolates carry no gene. o vanB gene was not found in these isolates. Comparando vanA-positive food isolates with those from different human sources by means of the pulsed field gel electrophoresis (PFGE) it could clearly be demonstrated that they do not show homological fingerprints according to the source of origin. It is therefore unlikely that there is a close genetic relationship between isolates from animal foodstuff and humans.


ROSE AGAR - Hardy Diagnostics - A66

ROSE AGAR Cat. não. A66 Rose Agar, 15x100mm Plate, 17ml 10 plates/bag Cat. não. J85 Rose / MacConkey Agar, 15x100mm Biplate, 10ml/10ml 10 plates/bag Cat. não. J88 Rose Agar / EMB, 15x100mm Biplate, 10ml/10ml 10 plates/bag INTENDED USE Hardy Diagnostics Rose Agar is recommended for use as a selective growth medium for the cultivation and isolation of gram-positive cocci from clinical and non-clinical specimens which contain mixed flora.

SUMMARY Rose Agar consists of half Columbia CNA Agar and Half Phenylethyl Alcohol Agar Base. The combination of the two basal mediums provides a more selective growth medium for gram-positive cocci than the individual mediums solely provide. Atypical hemolytic reactions may occur with Streptococcus spp., therefore, determination of hemolysis is not recommended. Columbia Blood Agar was first described in 1966 by Ellner, Stoessel, Drakeford, and Vasi who incorporated animal derived peptone, enzymatic digests of casein, and defibrinated sheep blood into one medium.(3) It was found to be an improved form of blood agar, promoting both luxuriant and rapid growth, improved pigment production, typical colony morphology, and sharply defined hemolytic reactions. Ellner, et al. also described the use of nalidixic acid and colistin in Columbia Blood Agar.(3) Columbia CNA Agar was designed to suppress the growth of most gram-negative bacteria, including Klebsiella, Proteus, and Pseudomonas species from mixed flora specimens, thus isolating for gram-positive staphylococci and streptococci.(3) Phenylethyl Alcohol Agar was developed by Brewer and Lilley in 1949 for the selective isolation of gram-positive organisms, particularly gram-positive cocci.(8,9) Phenylethyl alcohol permits the growth of gram-positive organisms while inhibiting most gram-negative organisms, especially swarming Proteus spp. Nitrogen, carbon, sulfur and trace nutrients are made available by the presence of peptones. Osmotic equilibrium is maintained by the addition of sodium chloride. The addition of 5% sheep blood to the basal medium provides many growth factors, however, atypical hemolytic reactions may occur. Therefore, determination of hemolytic reactions should not be made on PEA with 5% sheep blood. The combination of the two formulas provides a rich, stable media with improved performance over the individual formulations. The antimicrobics of Columbia CNA combined with phenylethanol provide inhibition of swarming Proteus and Pseudomonas spp. FORMULA Ingredients per liter of deionized water:* Pancreatic and Enzymatic Digests of Casein 25.0gm Casein Yeast Peptone 10.0gm Sodium Chloride 10.0gm Papaic Digest of Soybean Meal 5.0gm Tryptic Digest of Beef Heart 3.0gm Phenylethanol 2.5gm Corn Starch 1.0gm Colistin Sulfate 8.25mg Nalidixic Acid 4.0mg Sheep Blood 50.0ml Agar 30.0gm Final pH 7.4 +/- 0.3 at 25 degrees C. * Adjusted and/or supplemented as required to meet performance criteria. STORAGE AND SHELF LIFE Storage: Upon receipt store at 2-8 degrees C. away from direct light. Media should not be used if there are any signs of deterioration (shrinking, cracking, or discoloration), hemolysis, contamination, or if the expiration date has passed. Product is light and temperature sensitive protect from light, excessive heat, moisture, and freezing. The expiration date applies to the product in its intact packaging when stored as directed. This product has the following shelf life from the date of manufacture: 90 Days: A66 Rose Agar J85 Rose / MacConkey Agar, Biplate J88 Rose Agar / EMB, Biplate Refer to the keyword ""Storage"", in the Hardy Diagnostics software program HUGO™, for more information on storing culture media.

PRECAUTIONS This product is for in vitro diagnostic use only and is to be used only by adequately trained and qualified laboratory personnel. Observe approved biohazard precautions and aseptic techniques. All laboratory specimens should be considered infectious and handled according to ""standard precautions"". The ""Guideline for Isolation Precautions"" is available from the Centers of Disease Control and Prevention at www.cdc.gov/ncidod/dhqp/gl_isolation.html. For additional information regarding specific precautions for the prevention of the transmission of all infectious agents from laboratory instruments and materials, and for recommendations for the management of exposure to infectious disease, refer to CLSI document M29. Sterilize all biohazard waste before disposal. Refer to the keyword ""Precautions"", in the Hardy Diagnostics software program HUGO™, for more information regarding general precautions when using culture media. Refer to the keyword ""MSDS"", in the Hardy Diagnostics software program HUGO™, for more information on handling potentially hazardous material.

PROCEDURE Specimen Collection: Consult listed references for information on specimen collection.(1,2,4,6) Infectious material should be submitted directly to the laboratory without delay and protected from excessive heat and cold. If there is to be a delay in processing, the specimen should be inoculated onto an appropriate transport media and refrigerated until inoculation. Method of Use: Allow the plates to warm to room temperature, and the agar surface to dry before inoculating. Inoculate and streak the specimen as soon as possible after collection. If the specimen to be cultured is on a swab, roll the swab over a small area of the agar surface. Streak for isolation with a sterile loop. Incubate plates at 35-37 degrees C. for 24-48 hours in an aerobic atmosphere supplemented with 5-10% CO2. Examine for typical colonial morphology and characteristics.

INTERPRETATION OF RESULTS Consult listed references for the identification of colony morphology and further biochemical tests required for identification.(1,2,4,6) LIMITATIONS It is recommended that biochemical and/or serological tests be performed on colonies from pure culture for complete identification. Atypical hemolytic reactions may occur with Streptococcus spp., therefore, determination of hemolysis is not recommended. It is recommended that the organism be subcultured to a Blood Agar Plate (Cat. no. A10) to confirm hemolysis. Some gram-positive organisms may be inhibited by phenylethyl alcohol additional incubation time may be warranted. Refer to the keyword ""Limitations"", in the Hardy Diagnostics software program HUGO™, for more information regarding general limitations on culture media.

MATERIALS REQUIRED BUT NOT PROVIDED Standard microbiological supplies and equipment such as loops, swabs, applicator sticks, other culture media, incinerators, and incubators, etc., as well as serological and biochemical reagents, are not provided. QUALITY CONTROL The following organisms are routinely used for testing at Hardy Diagnostics: Test Organisms Inoculation Method* Incubation Results Time Temperature Atmosphere Streptococcus pyogenes ATCC® 19615 A 24hr 35°C CO2** Growth beta-hemolysis may appear atypical Streptococcus pneumoniae ATCC® 6305 A 24hr 35°C CO2** Growth alpha-hemolysis may appear atypical Staphylococcus aureus ATCC® 25923 A 24hr 35°C CO2** Growth Proteus mirabilis ATCC® 12453 B 24hr 35°C CO2** Partial to complete inhibition Pseudomonas aeruginosa ATCC® 27853 B 24hr 35°C Aerobic Partial to complete inhibition

USER QUALITY CONTROL Check for signs of contamination and deterioration. Users of commercially prepared media may be required to perform quality control testing with at least one known organism to demonstrate growth or a positive reaction and at least one organism to demonstrate inhibition or a negative reaction (where applicable). Refer to the following keywords, in the Hardy Diagnostics software program HUGO™, for more information on QC: ""Introduction to QC"", ""QC of Finished Product"", and ""The CLSI (NCCLS) Standard and Recommendations for User QC of Media"". Also see listed references for more information.(1,2,4,6,7) * Refer to the keyword ""Inoculation Procedures"", in the Hardy Diagnostics software program HUGO™, for a description of inoculation procedures. ** Atmosphere of incubation is enriched with 5-10% CO2.


New culture medium, columbia cna agar for the isolation of gram positive cocci

Columbia CNA Agar has recently been added to our catalogue of culture media. It is a widely used medium in the clinical setting, for the selective isolation of gram-positive cocci on addition of defibrinated blood to the formulation.


This medium owes its selectivity to the incorporation in its formulation of two antibiotics: nalidixic acid and colistin. The advantage which this Scharlau medium offers regular users is that these antibiotics are already incorporated in its formulation, and there is no further additions necessary in the form of supplements.


Nalidixic acid inhibits Enterobacteriaceae in particular, whereas Pseudomonas is especially susceptible to colistin. The combination of these antibiotics is very effective in allowing growth and haemolytic reactions of staphylococci, streptococci, enterococci and yeasts.


01-703-500 . . . . . . . . . . . . . . . .. 500 g.


(1) Requires the addition of sterile defibrinated sheep blood (5% ratio).


Assista o vídeo: How to Fight Aging, NAD+ Boosters, Senolytics u0026 Curing Atherosclerosis. Reason, CEO Repair Biotech (Agosto 2022).